segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

KHL: Equipes do All Star Game são anunciadas

Resultado de imagem para khl all star astana
Pelo menos um jogador de cada equipe participara do All Star Game (foto)

Esta semana foram anunciados os jogadores que irão participar do All Star Game da KHL nos dias 13 e 14 de janeiro em Astana no Cazaquistão; ao menos um atleta de cada time irá participar da competição; abaixo os times completos:

Divisão Bobrov:


Goleiros: Ryan Zapolski (Jokerit), Igor Shestyorkin (SKA); Defensores: Mark-Andre Gragnani (Dinamo Minsk), Dmitry Kalinin (Spartak), Patrik Hersley (SKA), Sami Lepisto (Jokerit); AtacantesEeli Tolvanen (Jokerit), Ilya Kovalchuk (SKA), Nikita Gusev (SKA), Miks Indrasis (Dinamo Riga), Zach Boychuk (Slovan).

Divisão Tarasov:

Goleiros: Julius Hudacek (Severstal), Ilya Sorokin (CSKA); Defensores: Staffan Kronwall (Lokomotiv), Nikita Nesterov (CSKA), Vojtech Mozik (Vityaz), Ilya Nikulin (Dynamo Moscow); Atacantes: Kirill Kaprizov (CSKA), Dmitry Kagarlitsky (Severstal), Pavel Padakin (HC Sochi), Brandon Kozun (Lokomotiv), Denis Parshin (Torpedo).

Divisão Kharlamov

GoleirosEmil Garipov (Ak Bars), Ilya Ezhov (Neftekhimik);
Defensores: Andrei Markov (Ak Bars), Chris Lee (Metallurg Magnitogorsk), Nikita Tryamkin (Avtomobilist), Charles Genoway (Lada); Atacantes: Sergei Mozyakin (Metallurg Magnitogorsk), Vladimir Tkachyov (Ak Bars), Dan Sexton (Neftekhimik), Paul Szczechura (Traktor), Pavel Varfolomeyev (Ugra).

Divisão Chernyshev

Goleiros: Alexei Krasikov (Sibir), Magnus Hellberg (Kunlun Red Star);
Defensores: Kevin Dallman (Barys), Philip Larsen (Salavat Yulaev), Evgeny Medvedev (Avangard), Yegor Martynov (Avangard);
Atacantes: Nigel Dawes (Barys), Linus Omark (Salavat Yulaev), Alexei Byvaltsev (Amur), Vladimir Tkachyov (Admiral), Linden Vey (Barys).

O que aconteceu na última semana: 
- Pavel Zubov não é mais treinador do Sibir; Vladimir Yurzinov assume o seu lugar com a missão de levar o time aos playoffs o último trabalho de Yurzinov foi dirigindo o Kunlun Red Star na temporada passada.

- Kiril Koltsov deve assinar com o Lokomotiv, após ser dispensado pelo Traktor o defensor de 34 anos está próximo de assinar com o time de Yaroslav, Spartak e Neftekhimik também aparecem como possíveis destinos do jogador.

- O Spartak está próximo de encerrar seu contrato com Viktor Bobrov; o atacante de 33 anos não marcou nenhum gol em 18 partidas disputadas pelos moscovitas; o time recentemente dispensou Alexander Komaristy que assinou com o Ugra.

- O Sochi venceu mais uma vez o SKA; o time do Mar Negro derrotou os atuais campeões por 2 a 1, essa é a segunda vitória do time comandado por Sergei Zubov sobre o SKA, e foi a primeira derrota do time de São Petesburgo fora de casa.

- Alexander Yelesin marcou o gol mais rápido da história da KHL, o defensor do Lokomotiv Yaroslav só precisou de 5 segundos para bater Ben Scrivens goleiro do Salavat Yulaev: 





segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

SKA vence o Ice Challenge em Helsinki

b3af8a74a25bce9db9b24289e68d1b26.jpg

Mais de 17 mil pessoas acomparam o jogo histórico entre SKA e Jokerit (foto)

No último sábado tivemos a primeira partida ao ar livre na história da KHL, o jogo entre SKA e Jokerit, a partida marcou o aniversário de 10 anos da KHL além também de comemorar os 50 anos da equipe finlandesa; 17.685 estiveram presentes na partida sendo esse o maior público em uma partida na KHL. O jogo foi bastante movimentado, foram 7 gols no total e vitória do time de São Petesburgo por 4 a 3; Ilya Kovalchuk fez história ao marcar o primeiro gol da partida, gol que também foi o de número 150 pelo SKA o que colocou ele como o maior artilheiro da história do time russo ultrapassando Maxim Shushinsky.
Esta semana também tivemos o anúncio dos jogadores mais votados para estar no All-Star Game, surpreendendo muitos o jogador mais votado foi Marc-Andre Gragnani defensor canadense do Dinamo Minsk com 5.964 votos, atrás dele ficaram Eeli Tolvanen (5,819 votos) e Ilya Kovalchuk (5.598 votos). Os escolhidos de cada divisão foram: Divisão Bobrov - Marc- Andre Gragnani (Dinamo Minsk), Dmitry Kalinin (Spartak), Eeli Tolvanen (Jokerit), Ilya Kovalchuk (SKA); Divisão Tarasov – Staffan Kronwall (Lokomotiv), Nikita NesterovKirill Kaprizov (ambos CSKA), Dmitry Kagarlitsky (Severstal); Divisão Kharlamov – Andrei MarkovVladimir Tkachyov (ambos Ak Bars), Chris LeeSergei Mozyakin (ambos Metallurg); Divisão Chernyshev – Kevin DallmanNigel Dawes (ambos Barys), Philip LarsenLinus Omark (ambos Salavat Yulaev).

O que aconteceu na última semana:

- Mike Keenan não é mais técnico do Kunlun; após 9 derrotas seguidas ele foi afastado do cargo e Bobby Carpenter assumiu seu lugar; Keenan ainda continua na equipe chinesa mas agora na área de coordenação internacional.

- Kiril Koltsov rescindiu seu contrato com o Traktor; o defensor de 34 anos não vinha tendo uma boa tempora pelo time de Chelyabinsk e teve seu contrato encerrado porém já existem alguns clubes interessados nele e o atleta deve continuar na KHL.

- Torpedo deve pagar os salários atrasados; a equipe de Nizhy Novgorod esta com os salários de jogadores e comissão técnica desde setembro porém o clube se demonstra tranquilo e deve acertar tudo nos próximos dias; houveram rumores de que a equipe seria um dos times a deixarem a KHL ao final desta temporada mas segundo informações esta possibilidade não chegou a ser discutida e o clube deve continuar na liga.

- Em uma das partidas mais movimentadas o Dinamo Moscou derrotou o Sibir por 6 a 4, a equipe de Moscou por 4 a 1; destaque para o gol de Mikhail Anisin foi a primeira vez que ele marcou desde seu retorno ao clube:





segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Zaripov retorna ao Ak Bars

Após ter sua suspensão reduzida, Zaripov finalmente pode jogar pelo Ak Bars (foto)

O Ak Bars Kazan teve nesta semana o reforço de Danis Zaripov, o jogador estava suspenso do hóquei por 2 anos após ser pego no doping; porém na última semana houve uma reviravolta no caso, e o jogador teve sua pena reduzida, e o jogador já pode retornar ao gelo esta semana; atualmente o Ak Bars lidera a conferência leste com 22 vitórias e 13 derrotas. Seguindo a equipe de Kazan está o Avangard, a equipe de Omsk vem de 3 derrotas seguidas e se distanciou do líder, a equipe só não perdeu a segunda colocação porque o Barys Astana esta vivendo o seu pior momento da temporada, hoje a equipe cazaque perdeu para o SKA por 9 a 1 e já acumula 5 jogos sem vitória. Mais abaixo na tabela a situação do Salavat Yulaev preocupa, com a chegada de Erkka Westerlund no comando da equipe era esperado que a equipe estivesse entre os primeiros, porém atualmente o time se encontra na 8ª colocação da conferencia, e tem sua vaga nos playoffs ameaçada por Sibir e Amur, esta semana a equipe tem um jogo fundamental no"derbi verde" contra o Ak Bars, partida que pode decidir o futuro de Westerlund no comando do time.

Se do lado Leste tivemos o retorno de Zaripov, no Oeste também tem retorno; Patrick Thoresen está de volta ao SKA, o norueguês já ganhou a gargarin cup com o Salavat e o próprio SKA, em entrevista o jogador se demonstrou muito feliz com a sua volta a KHL: "Eu sei que, mesmo sem mim, o SKA parece ser uma equipe realmente, muito forte. Mas não vou apenas sentar no banco, eu quero lutar por um lugar na equipe. Estou pronto para fazer tudo necessário, para nos ajudar a ganhar o título. Compreendo perfeitamente bem que vou ter que provar o meu valor para os treinadores, e estou inteiramente confiante de que posso fazer isso ". Alías a equipe de São Petesburgo vai disputar no dia 2 de Dezembro o primeiro Winter Classic da KHL contra o Jokerit em comemoração dos 50 anos da equipe finalndesa, a partida será realizada no Kaisaniemi Park em Helsinki , será o primeiro jogo ao ar livre na história da liga.
No Oeste a briga pela parte de cima da tabela continua a mesma, já a disputa no meio da tabela está bastante acirrada, o Spartak continua subindo e já está em 6º, enquanto o Dinamo Moscou finalmente emplacou uma sequência de vitórias e voltou a zona de classificação para Playoffs, quem pode entrar na briga pelo 8º lugar é o Dinamo Minsk, a equipe vem jogando bem fora de casa e tem contado com boas atuações de Jhonas Enroth.

Lances da partida em que o SKA venceu o Barys Astana por 9 a 1:








sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Falando sobre DEL #3: Wolfsburg Sobe, Esperanças Para o Wild Wings e mais



Com 24 ou 25 jogos disputados dependendo do time, a DEL vai se aproximando da metade de sua temporada regular. Thomas Sabo Ice Tigers, Red Bull München e Eisbären Berlin disputam a primeira colocação. Ice Tigers tem 51 pontos, Red Bull München e Eisbären Berlin tem 49 pontos ambos, os últimos resultados favoreceram o time de Nuremberg, já que os rivais de Berlim e Munique perderam suas partidas nessa sexta. Esses times estão um pouco acima dos demais em relação a pontuação e parecem disputar um campeonato próprio, mas de tempos em tempos eles acabam tropeçando em um dos outros 11 times e dando espaço para um rival passar ou abrir vantagem, afinal eles não estão só na DEL.


Levemente desgarrado dos outros times está o Grizzlys Wolfsburg, o time começou mal a temporada, escorregou um pouco, mas se recuperou e hoje ocupa a quarta posição com 43 pontos nesse momento. O time vem de 4 vitórias consecutivas onde somou 11 pontos, esses pontos asseguraram uma margem de vantagem para o quinto lugar e fizeram o time se estabilizar no meio da loucura que é a DEL nessa temporada. O Grizzlys continua a ser um dos melhores times da Alemanha e sempre pode ser apontado como um dos favoritos, no mês passado voltou a jogar como um dos favoritos e vai se mantendo assim, quem sabe o final do Wolfsburg não é melhor nessa temporada do que foi nas duas anteriores?
 
O Wolfsburg Grizzlys entrou em boa fase e subiu muito na DEL (Foto: Imago/Foto2Press)



Indo na contramão do Grizzlys Wolfsburg está o Kölner Haie, o time de Colônia venceu poucos jogos no último mês e hoje está em nono lugar com 31 pontos. O time que conta com Christian Ehrhoff e outros jogadores muito bons vem tendo muitas dificuldades porque seu ataque funciona muito bem e sua defesa falha muito, seu ataque é o terceiro melhor da liga com 77 gols marcados, mas ao mesmo tempo sua defesa é a segunda pior da DEL com 79 gols sofridos, ao lado de seu rival Krefeld Pinguine. O Haie simplesmente não tem conseguido se equilibrar e parar o ataque adversário, essa é uma fórmula que costuma não dar certo nesse esporte e continuando nessa toada, o Kölner pode acabar sofrendo muito mais do que precisava nessa temporada.
A Fase não é boa em Colônia (Foto: imago/osnapix)




Um que vai muito bem é o Fischtown Bremerhaven Pinguins, em sua temporada na DEL o time de Bermerhaven ocupa a oitava posição e está na disputa pelo sexto lugar, que leva diretamente para as quartas de final. Sua defesa sofre normalmente contra os times do topo da tabela, mas quando enfrenta adversários do meio para o final da tabela não tem muitos problemas, essa é a receita que vem dando sucesso até então, isso que pode levar o Fischtown para a pós-temporada novamente. É uma franquia muito pé no chão e que isso vai ajudando em seu trabalho de ganhar terreno na DEL, contando com alguns jovens talentos formados em sua base, jogadores que ganharam experiência nas temporadas na DEL2 e contratados para reforçar o poder do time para a disputa da DEL, o Pinguins vem trabalhando firmemente para conseguir não só se estabilizar na DEL, como ganhar mais peso e talvez no futuro próximo ir longe na pós-temporada.


Enquanto isso, o Straubing Tigers continua muito mal, o time venceu apenas 5 dos 24 jogos que disputou, sendo uma dessas vitórias no shootout, em 6 jogos ele conseguiu marcar 1 ponto. O Straubing tem a pior campanha da DEL, sua defesa já sofreu 86 gols em 24 jogos, o que em média dá 3,6 gols sofridos por jogo, seu ataque marcou apenas 57 gols, a temporada não chegou a metade, mas para o Straubing Tigers ela vai se aproximando do fim a cada jogo.


Um que vai na direção oposta é o Schwenninger Wild Wings, o time terminou a temporada passada em décimo segundo, fez alguns contratos com novos jogadores e hoje vai segurando o quinto lugar com 39 pontos. O Wild Wings parece um time completamente diferente, na última temporada o time teve muito problema para marcar gols e dessa vez vai conseguindo fazer ao menos o suficiente para garantir vitórias nos seus jogos. O que realmente vem fazendo a diferença é a média de gols sofridos ter caído, durante a temporada 2016-17 o Schwenninger sofreu em média 3 gols por jogo, nessa temporada a média é de 2,4 gols sofridos por jogo, o que é uma melhoria significativa nos números e muito mais expressiva em gelo. Para a equipe de Villingen-Schwenningen é uma luz no final do túnel, nas últimas quatro temporadas sempre esteve entre os piores, em 3 delas foi o pior e na outra foi o segundo pior da DEL. Em 2017-18, ao menos nessa quase meia temporada, o Wild Wings começa a sentir a esperança novamente, a esperança de que dias melhores estão por vir.
Após 4 temporadas amargando os últimos lugares, o Schwenninger Wild Wings faz boa temporada (Foto: Sigwart)